Loading...
POLITICA DE COOKIES
Usamos cookies para que a sua experiência no nosso website seja agradável.
Ao usar este website, está a concordar com a nossa política de utilização de cookies. Boa navegação!
COMPREENDO E ACEITO

Volvo 1800 S

Volvo 1800 S

Volvo 1800 S

  • Ano: 1965
  • Comrcializado: 1961 - 1971
  • Categoria: Coupé / Clássico
  • Kms: 99.832
  • IUC: Isento
  • Valor de usado: 36.000 euros
  • Estado: Em excelente estado. Pontuação 9/10

Ficha Técnica

  • Portas: 2
  • Lugares 2+2
  • Combustível: Gasolina
  • Posição motor: Dianteiro / Longitudinal
  • Cilindros: 4 em linha
  • Cilindrada: 1778 cc
  • Potência: 108cv / 5800rpm
  • Tração: Traseira
  • Caixa de velocidades: Manual 4 + Overdrive
  • Distância entre eixos (mm): 2450
  • Comprimento (mm): 4350
  • Largura (mm): 1700
  • Altura (mm): 1280
  • Peso (tara): 1075 kg
  • Capacidade depósito combustível(l): 45
  • Arranque (seg.) 0 -100 Km/h: 12
  • Velocidade máxima (km/h): 166
  • Consumo médio (l/100km): 10
  • Pneus: Hankook Optimo 165/80 R15

 
Apreciação Geral
 

Estamos na presença de um Clássico icónico!

Considerado por muitos, o Volvo mais bonito de sempre, ficou famoso ao contracenar com Roger Moore na série policial, "O Santo", famosa nos anos 60. A sua linha desportiva com alguma "inspiração" italiana (apesar de ter sido desenhado por um sueco), o capot longo com o habitáculo recuado, os seus cromados, o perfil lateral e as abas traseiras, fazem virar as cabeças por onde quer que ande! Este exemplar é nacional e foi alvo de um restauro por volta de 2008, tendo levado umas jantes Minilitee os faróis suplementares (opções à época) ficando idêntico ao exemplar usado por Roger Moore.


 

Se falasse, o que diria o Volvo P1800 ao seu condutor? "Adoro viajar e fazer longos percursos. Também gosto de me exibir em eventos mundanos, para mostrar a minha beleza! Não me leves para a montanha pois tenho tendência a enjoar"


 


 
Condução
 

Equipado com o celebre redblockVolvo B18, o P1800 prefere as estradas nacionais ou auto estradas para rolar desenvolto. A partir dos 60/70 km/h, pode usar-se o overdrive (5ª de comando eléctrico) que permite circular com à vontade, entre o 110/130 km/h sem grande esforço. Dotado de travões de disco à frente e tambores atrás a travagem é segura e relativamente eficiente. A embraiagem e a caixa de velocidades macia ajudam na condução citadina, ao contrário da direcção, muito pesada e pouco precisa. Vale o excelente ângulo de viragem! O seu comportamento em curva é surpreendentemente neutro sentindo-se apenas o adornar da carroçaria, excessivo para os padrões atuais, mas enquadrado com o comportamento de uma automóvel da sua época.

O famoso Red Block da Volvo. Lindo!

O famoso Red Block da Volvo. Lindo!

:: Curiosidades: O recorde do mundo de quilómetros percorridos, mais de 5 milhões (!) é pertença de um seu irmão residente no Canadá, propriedade de Irv Gordon!  Os primeiros P1800 (entre 61 e 63) eram fabricados em Inglaterra na Jensen, e depois enviados para a Suécia, pois na altura a fábrica sueca não tinha capacidade de produção suficiente para "acolher" este modelo.

:: Curiosidades: O recorde do mundo de quilómetros percorridos, mais de 5 milhões (!) é pertença de um seu irmão residente no Canadá, propriedade de Irv Gordon! Os primeiros P1800 (entre 61 e 63) eram fabricados em Inglaterra na Jensen, e depois enviados para a Suécia, pois na altura a fábrica sueca não tinha capacidade de produção suficiente para "acolher" este modelo.

:: Roger Moore (1927-2017), numa fotografia famosa com o Volvo P1800, na série "O Santo". Este automóvel está presente no museu da Volvo em Gotemburgo, na Suécia.

:: Roger Moore (1927-2017), numa fotografia famosa com o Volvo P1800, na série "O Santo". Este automóvel está presente no museu da Volvo em Gotemburgo, na Suécia.

:: S... de Sweden

:: S... de Sweden


 
Interior
 

Os bancos dianteiros são enormes, baixos (o que limita um pouco a visibilidade) mas sem apoio lateral. Os cintos de segurança de 3 apoios (inventados pela Volvo) ajudam na segurança e a susterem os ocupantes nas curvas. O tablier tem um desenho simples, muito elegante com 2 mostradores principais redondos e mais 3 pequenos ao centro, todos iluminados, envolvidos por materiais de excelente qualidade e que dão um ar muito desportivo! O volante é enorme e fino que convida ao uso de luvas, especialmente em viagens mais longas. Os pequenos vidros laterais dianteiros de abertura a compasso permitem especialmente em cidade, uma melhor refrigeração do habitáculo.


 
Espaço e Versatilidade
 

O condutor e passageiro dispõem de amplo espaço, quer em largura quer no espaço para as pernas. O banco traseiro (homologado para o transporte de 2 crianças) inclui duas correias em couro, um luxo! que servem para segurar sacos ou malas que não caibam na bagageira (onde está o pneu sobresselente) com espaço suficiente para um fim-de-semana prolongado.


 

Sem comentários...